Com mais de 38 mil atendimentos em dois meses, UPA mantém 98% de aprovação!

January 5, 2017

 

 

A Unidade de Pronto Atendimento – UPA 24 Horas de Catanduva manteve a excelência nos serviços prestados, obtendo 98% de aprovação, conforme ouvidoria municipal divulgada no mês de dezembro. Mesmo tendo feito 38.356 atendimentos, o que representa um grande fluxo, a unidade manteve a preocupação com a qualidade dos serviços prestados à população, salvando muitas vidas.

Ao longo dos doze meses do ano de 2016 a unidade atendeu prontamente os casos de menor gravidade e até os casos que deveriam ser tratados nas Unidades Básicas de Saúde, entretanto manteve a prioridade nos casos de urgência e emergência. O primeiro atendimento é o que, na maioria das vezes, garante a sobrevida do paciente.

Esse foi o caso do marido da dona Geni da Silva Freitas, 67 anos, moradora do Bairro Conjunto Euclides. Durante um final de semana, Sr. José de Freitas começou a se sentir mal e pediu a ajuda da esposa. Como a sensação de mal-estar não passavam, senhor José foi até a UPA em busca de atendimento.

“Meu marido começou passar mal em casa e fomos correndo para a UPA. Logo que chegamos na unidade, passaram ele na frente de todo mundo. A médica que nos atendeu viu que ele estava enfartando e já acionou o SAMU”, relembra dona Geni.

A dona de casa destaca: “O atendimento rápido que recebemos na UPA salvou a vida do meu marido. Se tivesse demorado um minuto a mais ele não teria resistido”.

Esse é apenas um dos muitos casos que ocorrem diariamente na unidade, segundo o gestor Giovani Carvalho.

Giovani revela que a agilidade do primeiro atendimento é fundamental para garantir a sobrevida dos pacientes.

“Nossa equipe técnica é formada por profissionais capacitados e qualificados. Ainda assim, mensalmente fazemos treinamentos sobre diversos temas para garantir eficiência e agilidade no atendimento à população”, detalha o gestor.

Atendendo o que prevê o Protocolo de Manchester, a UPA atende por ordem de classificação/prioridade. Os casos urgentes e emergentes são atendidos tão logo dão entrada na unidade.

“Minha família toda vai na UPA. As vezes o tempo para atender demora, porque eu sei que outras pessoas com problemas mais graves têm que passar na frente e por isso as pessoas que estão lá com casos mais simples tem que esperar. Imagina se fosse por ordem de chega? Meu marido não estaria aqui para contar história”, comemora dona Geni da Silva Freitas.

 

FUNCIONAMENTO
No mês de outubro a Unidade realizou 8.870 atendimentos médicos, 2.344 pediátricos, 710 de enfermagem, 547 odontológicos, 7.929 entre exames, radiografias e eletrocardiogramas, totalizando 20.400 atendimentos.

Já no mês de novembro, foram 7.801 atendimentos médicos, 2.025 pediátricos, 681 de enfermagem e 570 odontológicos, 6.879 entre exames, radiografias e eletrocardiogramas, 17.956 atendimentos.

 

 

 

Please reload

Recentes
Please reload

  • Facebook Social Icon

© Copyright Associação Mahatma Gandhi 2016 - Todos os direitos reservados