Mahatma Gandhi promove treinamento sobre PICC para enfermagem e implanta comissão em Maricá-RJ


Enfermeiros e técnicos de enfermagem da maternidade e pediatria do Hospital Municipal Conde Modesto Leal (HMCML), que tem gestão compartilhada com a Associação Mahatma Gandhi - Complexo Maricá-RJ, receberam treinamento em atualização de técnicas e cuidados na inserção e manutenção do Cateter Central de Inserção Periférica (PICC), no mês de abril. A capacitação aconteceu no Campus II da Faculdade de Vassouras, Unidade Maricá, reunindo cerca de 100 profissionais. Na ocasião, foram apresentados os membros da comissão de PICC do HMCML, que irão iniciar a utilização da terapêutica em pacientes da maternidade e pediatria. O encontro foi promovido através da gerência multidisciplinar do Complexo Maricá da Associação Mahatma Gandhi, da direção de enfermagem do HMCML, com o apoio do Núcleo de Educação Permanente (NEP) e coordenações de enfermagem da maternidade e pediatria. "Este projeto que está sendo iniciado visa a implantação dessa terapêutica, com a intenção de administrar medicações e outras substâncias de forma segura ao paciente. A princípio, vamos começar na maternidade e pediatria em recém-nato, avançando até que se consolide, para utilização também em adultos. A capacitação foi realizada para toda equipe de enfermagem da maternidade e pediatria, considerando que, embora tenhamos enfermeiros habilitados para introdução do cateter, é preciso que toda a equipe conheça o processo, o manuseio, saiba realizar o curativo, o que pode ser administrado, as possíveis complicações e quais cuidados são necessários a esse paciente já que se trata de uma terapêutica aplicada por longo período. Toda vez que uma técnica nova é implementada em uma unidade é preciso que haja informação e capacitação para todos os colaboradores responsáveis pelo procedimento", explicou a coordenadora de enfermagem da Maternidade do HMCML, Helena Aragão. Cateter Central de Inserção Periférica A gerente multidisciplinar do Complexo Maricá, Nelcimar Gomes, que ministrou o treinamento durante os dois dias, explicou que a finalidade do PICC é promover a terapia intravenosa por tempo prolongado e de forma segura, garantindo a preservação da rede periférica, diminuindo o estresse, dor e desconforto do paciente. "Lembrando que é um procedimento que deve ser realizado por profissional devidamente capacitado, conforme Resolução 258/2001. Esperamos através desta capacitação alcançar resultados positivos para iniciarmos no Conde o procedimento de inserção do cateter central puncionado perifericamente, oferecendo aos nossos clientes pediátricos e neonatos um atendimento de qualidade e segurança na assistência", destacou.


Texto e fotos: Ayra Rosa - Assessora de Comunicação da

Associação Mahatma Gandhi - Complexo Maricá-RJ

Edição: Antonio Jayme - Matriz - Catanduva-SP




Recentes