Maricá-RJ: SAMU promove curso de motolância e recebe apoio da Associação Mahatma Gandhi


O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) da Região Metropolitana II do Rio de Janeiro promoveu a terceira capacitação para formação de pilotos socorristas para a condução de motocicletas em atendimentos. O curso para condutores de motolância recebeu apoio e parceria da Associação Mahatma Gandhi - Complexo Maricá-RJ, que realiza a gestão compartilhada da Base Descentralizada do Centro e de Itaipuaçu com a Secretaria Municipal de Saúde de Maricá. A capacitação, realizada na Região Litorânea de Maricá, durante o mês de outubro, formou 10 profissionais dos municípios de Maricá, Niterói e São Gonçalo. As aulas e instruções aconteceram durante cinco dias com direito a provas teóricas e práticas com o objetivo de qualificar mais profissionais dos três municípios para uma condução mais segura. As aulas e instruções foram realizadas por instrutores do próprio quadro de Maricá e Niterói, município polo gestor, com simulação de percursos diferenciados, simulação de aquaplanagem com pipa d’água, entre outros. O coordenador do Núcleo de Educação Permanente (NEP) da Associação Mahatma Gandhi - Complexo Maricá, Leonardo Almeida, explicou que o NEP da Organização Social idealizou a capacitação e se prontificou a ajudar a SAMU Metropolitana II na realização, após ver a necessidade do aumento de frota e quadro profissional na cidade. “Ajudamos em toda parte de logística juntamente com a metropolitana para ter efetividade e eficácia no curso”, destacou o coordenador. A diretora administrativa do Complexo Maricá, Larissa Cordeiro lembrou que o núcleo gestor está realizando diversas capacitações para os colaboradores das unidades de saúde geridas em Maricá. “Para nós, as parcerias são fundamentais para que todos possam oferecer um serviço de qualidade para a população e esse é o nosso principal objetivo”. “Segundo o Ministério da Saúde, para pilotar a motolância, os colaboradores além de serem profissionais da enfermagem ou técnicos com experiência comprovada em urgência e emergência, eles precisam passar por essa capacitação de pilotagem e direção defensiva. Temos profissionais de três municípios, e neste momento a turma foi reduzida para a gente garantir a qualidade do treinamento e a segurança que precisamos para que a assistência seja de qualidade”, explicou a coordenadora regional do NEP do SAMU Metropolitana II, Olguimar Dias. O curso tem dois eixos, segundo o instrutor regional José Henriques, a pilotagem com direção defensiva e também conhecimento de primeira resposta pré-hospitalar no contexto do SAMU. “Durante um chamado, um profissional pode também identificar que não é necessário uma ambulância e resolver o atendimento no momento, e isso é uma capacidade maior de abrangência do serviço sem precisar deslocar uma ambulância. É importante ressaltar que esse é um curso produzido integralmente com recursos do SAMU da região, seja Maricá e Niterói. É uma organização totalmente nossa. Outros modelos aconteceram com apoio da PRF, Força Aérea e outras externas”, explicou









Edição: Antonio Jayme (Assessoria de Comunicação – Matriz – Catanduva-SP)

Texto e fotos: Ayra Rosa (Assessoria de Comunicação da Associação Mahatma Gandhi - Complexo Maricá-RJ)


Recentes
  • Facebook Social Icon

© Copyright Associação Mahatma Gandhi 2016 - Todos os direitos reservados