SAÚDE DE ARAÇATUBA RECEBE PRÊMIO LUZIA MATIDA DO GOVERNO DO ESTADO




A Associação Mahatma Gandhi, responsável pela gestão de saúde pública em Araçatuba-SP, comemora uma excelente notícia: o prêmio Luiza Matida, outorgado pela Secretaria Estadual de Saúde com base no trabalho que o município desenvolveu nas ações de eliminação da transmissão vertical do HIV, ou seja, a contaminação passada de mãe para filho, durante a gravidez ou durante o parto e pela mobilização contra a Sífilis Congênita.

Municípios com mais de cem mil habitantes concorreram ao prêmio, que também leva em conta outros indicadores de impacto, como cobertura mínima de quatro consultas de pré-natal para 95% das gestantes e oferta de pelo menos um exame de testagem de HIV. Foram premiados 20 municípios do Estado de São Paulo, incluindo Araçatuba.

O trabalho realizado pela Associação Mahatma Gandhi na gestão de saúde tem gerado reconhecimento nas mais diversas áreas de atuação e para o presidente Dr. Luciano Lopes Pastor, a dupla premiação “é resultado da excelência do trabalho desenvolvido pelas equipes, em plena sintonia com os objetivos propostos pela Prefeitura Municipal de Araçatuba, através da Secretaria Municipal de Saúde. Juntos, focamos e trabalhamos para proporcionar um atendimento digno à população, obedecendo e sempre buscando superar os parâmetros estabelecidos para a saúde pública em nosso país e realizando ações de prevenção, acompanhamento e tratamento das Infecções Sexualmente Transmissíveis e AIDS e eliminação da Sífilis Congênita. Também agradecemos às nossas equipes assistenciais que atuam com tanto talento e dedicação”.

E nossa satisfação é ainda maior quando mais duas cidades, cuja saúde pública é igualmente gerida pela nossa instituição, também receberam o prêmio: Catanduva e Novo Horizonte o que evidencia a qualidade e o comprometimento de nosso trabalho”, complementa o vice-presidente da Associação Mahatma Gandhi, Marcelo Bauab de Carvalho.

Dos 645 municípios do Estado de São Paulo, Araçatuba ficou entre as 26 cidades que melhor desempenharam ações e trabalhos para a eliminação da Sífilis Congênita e transmissão Vertical do HIV. Esta é a sétima edição do prêmio e pela primeira vez o município foi selecionado para receber a premiação dupla.

A entrega do prêmio acontecerá durante a 7ª Semana Paulista de Mobilização Contra a Sífilis e Sífilis Congênita, que o Programa Estadual de IST/Aids-SP em parceria com a Atenção Básica e o Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems) realizará no próximo dia 05 de dezembro, das 10h00 às 16h, no Centro de Convenções Ibirapuera – HSPE.


QUEM FOI LUZIA MATIDA:


A denominação do prêmio é uma referência à médica pediatra e sanitarista Luiza HarunariMatida, falecida em 2014, trabalhou durante 20 anos no Centro de Referência e Treinamento do Programa de DST/AIDS-SP da Secretaria de Estado da Saúde, coordenou a elaboração e a implantação de políticas públicas e estratégias para a eliminação da transmissão vertical de HIV e Sífilis do Programa Estadual de DST/Aids. Em homenagem a Luiza Matida, o Programa Estadual DST/Aids-SP deu o nome dela ao prêmio, destinado aos municípios do Estado de São Paulo que alcançarem a meta de eliminação da transmissão vertical de HIV e Sífilis Congênita.



Recentes