Sucesso marca a Campanha de doação de sangue em Maricá


A prefeitura de Maricá-RJ, a Secretaria Municipal de Saúde e a Associação Mahatma Gandhi, em parceria com o Instituto Estadual de Hematologia Arthur de Siqueira Cavalcanti (Hemorio), realizaram na segunda semana de junho, uma campanha de doação de sangue na cidade de Maricá. A ação, que marcou o mês de junho da “Doação de Sangue”, promovida no CEM Joana Benedicta Rangel (Centro), foi um sucesso e alcançou a meta estipulada pelo Hemorio antes do horário de término. Foram adotadas medidas sanitárias e de distanciamento contra a covid-19.

Nas coletas externas o objetivo é sempre 120 cadastros para alcançar de 80 a 100 bolsas de sangue. Como medida de precaução contra a covid-19, a ANVISA criou uma série de recomendações para quem foi infectado pela Covid-19 ou teve contato com pessoas que foram, entre outras.

Essa é uma campanha muito importante, onde nossa equipe teve todo cuidado para realizar e fico feliz pelo apoio dos munícipes. Durante a pandemia os estoques baixaram muito e quando a campanha acontece no município fica mais fácil para essas coletas, principalmente devido ao deslocamento. Doar sangue é salvar vidas e estamos empenhados nessa missão”, comentou a diretora administrativa da Associação Mahatma Gandhi - Complexo Maricá, Larissa Cordeiro.

O Coordenador de Humanização da Rede de Urgência e Emergência do município, Jessé Paz, organizador do evento, destacou a importância e participação da população maricaense. “Eu já esperava receber muitos doadores porque aqui em Maricá a gente tem essa característica da população ser bem altruísta. Existe uma humanização natural entre as pessoas daqui. O único receio mesmo foi em relação ao período da Covid-19, mas superou todas as expectativas, e a gente vai conseguir atingir a meta novamente na próxima campanha'', ressaltou Jessé.

A estudante Isabela de Araújo, de 24 anos, foi uma das doadoras da ação. Ela faz parte do grupo “Tribo que Doa”, que apoia diversas causas e campanhas dos municípios Maricá, Rio de Janeiro, Niterói e São Gonçalo.

Somos um grupo de voluntários que participamos e ajudamos em várias campanhas como doação de sangue, visitas a creches comunitárias, orfanatos e asilos. Buscamos ajudar no que as pessoas precisam. Geralmente doamos sangue no Rio, mas aproveitamos [ela e a mãe] para doar aqui onde moramos. O maior ato de amor é ajudar o próximo”, ressaltou Isabela.

O vice-prefeito Diego Zeidan também compareceu para fazer a sua parte. “Doar sangue salva vidas. Essa é a primeira vez que eu estou doando. E assim como eu, muita gente têm dificuldade de doar por ter que ir ao Rio. Muitas vezes o Hemorio fica com o estoque baixo. Então, a prefeitura trazer essa campanha para Maricá é muito importante porque quanto mais a gente doar, mais sangue tem disponível. O banco de sangue serve para todos. Só quem já sofreu um acidente, ou teve algum familiar que sofreu, sabe a importância da gente ter o estoque de sangue cheio para ser usado em cirurgias e salvar vidas de fato”, concluiu.


Texto e fotos: Ayra Rosa

Assessora de comunicação

Associação Mahatma Gandhi - Complexo Maricá-RJ

Edição: Antonio Jayme

Assessoria de Imprensa – Catanduva-SP


Recentes